O Clube
|
Inscrições
|
Parcerias
|
Links úteis

CONSELHOS DO VET

Comportamento

000
Gostei!
016
Como lidar com gatos agressivos?
A agressão por parte dos gatos é definida por um comportamento normal, porém, inapropriado no ambiente humano. Para os gatos, é uma forma de aliviar a tensão, evitar confrontos ou declarar estatuto social, por exemplo.
Se te mostrares agressivo, a primeira coisa que os teus donos devem fazer é diferenciar a verdadeira agressão da brincadeira. Às vezes, os gatos tendem a brincar de forma mais violenta, como ao perseguir as pernas dos humanos, “atacar” de surpresa e dar pequenas dentadas para os provocar. No caso das brincadeiras mais violentas, a maior parte está relacionada com o tédio, ao receberem pouca atenção dos donos, ou porque têm pouco estímulo físico e ambiental.
Quando se lida com gatos verdadeiramente agressivos, a situação é um pouco mais delicada. As agressões podem ser direcionadas para o próprio dono, para outro animal da casa (gato ou não), para um novo membro da família ou para as visitas. Independente do tipo de agressão, é preciso identificar a causa.
A agressão induzida por carinho é uma das mais relatadas pelos donos. O gato permite receber carinhos, por um certo período de tempo, e depois disso morde ou arranha sem aviso. Este comportamento pode estar relacionado com a ausência da mãe e dos irmãos antes dos dois meses de vida, pois estes colocam limites durante as brincadeiras de mordidas.
No caso da agressão territorial, é costume atacar pessoas ou animais que estão a entrar no território. Similarmente, na agressão contra outro gato, as causas mais comuns são a tentativa de dominância, a introdução inadequada do mesmo, a competição, a frustração redirecionada e, até mesmo, medo ou ansiedade. Os níveis dessas agressões variam de uma bufada até brigas violentas em que os envolvidos ficam magoados.
Somente um profissional poderá diagnosticar se realmente terás um problema de agressividade, e de que tipo, e cada caso terá uma abordagem específica. Alguns gatos podem precisar de medicação, mas algumas dicas podem ajudar os donos a minorar estas situações, como não punir o gato com empurrões, promover brincadeiras com os gatos da casa para “gastar” energia e diminuir o tédio, não deixar morder durante as brincadeiras e promover o enriquecimento ambiental para minimizar o stress.

Jumbo Online Jumbo Online

Passatempo
Inscrições
Pergunte ao Vet

Pet Dating

Curiosidades!!!

Pet Dating

Informações úteis
Auchan Portugal Hipermercados, 2014 - Todos os direitos reservados
Youtube (desactivado)

CONSELHOS DO VET

Comportamento

Como lidar com gatos agressivos?
A agressão por parte dos gatos é definida por um comportamento normal, porém, inapropriado no ambiente humano. Para os gatos, é uma forma de aliviar a tensão, evitar confrontos ou declarar estatuto social, por exemplo.
Se te mostrares agressivo, a primeira coisa que os teus donos devem fazer é diferenciar a verdadeira agressão da brincadeira. Às vezes, os gatos tendem a brincar de forma mais violenta, como ao perseguir as pernas dos humanos, “atacar” de surpresa e dar pequenas dentadas para os provocar. No caso das brincadeiras mais violentas, a maior parte está relacionada com o tédio, ao receberem pouca atenção dos donos, ou porque têm pouco estímulo físico e ambiental.
Quando se lida com gatos verdadeiramente agressivos, a situação é um pouco mais delicada. As agressões podem ser direcionadas para o próprio dono, para outro animal da casa (gato ou não), para um novo membro da família ou para as visitas. Independente do tipo de agressão, é preciso identificar a causa.
A agressão induzida por carinho é uma das mais relatadas pelos donos. O gato permite receber carinhos, por um certo período de tempo, e depois disso morde ou arranha sem aviso. Este comportamento pode estar relacionado com a ausência da mãe e dos irmãos antes dos dois meses de vida, pois estes colocam limites durante as brincadeiras de mordidas.
No caso da agressão territorial, é costume atacar pessoas ou animais que estão a entrar no território. Similarmente, na agressão contra outro gato, as causas mais comuns são a tentativa de dominância, a introdução inadequada do mesmo, a competição, a frustração redirecionada e, até mesmo, medo ou ansiedade. Os níveis dessas agressões variam de uma bufada até brigas violentas em que os envolvidos ficam magoados.
Somente um profissional poderá diagnosticar se realmente terás um problema de agressividade, e de que tipo, e cada caso terá uma abordagem específica. Alguns gatos podem precisar de medicação, mas algumas dicas podem ajudar os donos a minorar estas situações, como não punir o gato com empurrões, promover brincadeiras com os gatos da casa para “gastar” energia e diminuir o tédio, não deixar morder durante as brincadeiras e promover o enriquecimento ambiental para minimizar o stress.
CONSELHOS DO VET Comportamento
www.jumbopetclub.pt