O Clube
|
Inscrições
|
Parcerias
|
Links úteis
Logótipo Jumbo
Logótipo Pet Club
Pergunte ao Vet
Pergunte ao Vet
PESQUISA
TIPO DE ANIMAL
TEMA DA PERGUNTA

PERGUNTE AO VET

Esclareça as suas dúvidas

DEIXE AQUI A SUA PERGUNTA

PERGUNTAS E RESPOSTAS

CÃO | OUTRO | 15/11/2017

Vanessa Silva

Boa noite. A minha cadela tem 1mes e 8 dias... Ja não bebê leite da mãe desde 1 mês. Só que deita um cheiro estranho do rabo. Eu lavo.a é mesmo sem fazer coco vem o cheira do nada. Um cheiro mto intenso. O que faço? Obg

Ler +Fechar

Imagem do Vet

Nuno Sousa

Separador

Médico Veterinário

Olá, Vanessa

Não é possível saber exactamente a origem do odor que refere através desta plataforma, já que será necessário examinar pessoalmente a sua cadela para que se consiga perceber o que se está a passar. Recomendo que procure um médico veterinário para confirmar se estará tudo bem ou se existirá de facto algum problema. Dito isto, tenha em mente que os cães têm duas glândulas ou sacos anais, uma de cada lado do ânus, cuja secreção é caracterizada por ter um odor fétido e intenso, pelo que poderá ser apenas isto que está a identificar. Estas glândulas e a sua respectiva secreção são perfeitamente normais, apesar do odor desagradável.

Obrigado,
Nuno Sousa

CÃO | SAÚDE E BEM-ESTAR | 13/11/2017

Ana Carvalho

Boa tarde, Tenho uma Yorkshire Terrier de 7 meses e gostava de saber a partir de que altura começa com o cio. Se há alteração de comportamento, como saberei que está nessa fase e o que fazer, se for caso disso. Obrigada

Ler +Fechar

Imagem do Vet

Nídia Silva

Separador

Médica Veterinária

Olá, Ana

As cadelas têm o primeiro cio entre os 6 e os 24 meses, dependendo da raça. Os sinais de cio podem durar ente 6 e 30 dias, dependendo da cadela e podem até ser diferentes, de cio para cio, na mesma cadela. No inicio, ocorre aumento de volume vulvar, corrimento sanguinolento e os machos mostram-se interessados, mas a fêmea não os aceita. Mais tarde, no cio propriamente dito, a cadela passa a aceitar o macho e a vulva torna-se menos inchada e o corrimento menos sanguinolento. A esterilização das cadelas é recomendada a partir dos seis meses, de preferência, antes do primeiro cio, pois reduz o risco de aparecimento de tumores mamários e outras patologias do sistema reprodutor, além de suprimir os sinais associados ao cio, que tanto interferem com o bem-estar do animal e de todos os que com eles convivem. Se não proceder à esterilização antes, na altura do cio tem de tomar providências para a sua cadela não cruzar e ocorrer uma gravidez indesejada e, por motivos de higiene, pode utilizar umas cuecas com pensos apropriadas existentes no mercado.

Obrigada,
Nídia Silva

GATO | ALIMENTAÇÃO | 11/11/2017

Ana Silva

Boa tarde o meu gato cada vez que come comida seca seja qual for vomita e não come comidas húmidas.

Ler +Fechar

Imagem do Vet

Nídia Silva

Separador

Médica Veterinária

Olá, Ana

São várias as causas possíveis de vómito: bolas de pelo, parasitas, corpos estranhos, gastrite, intolerância alimentar, alergia alimentar, doença hepática, doença renal, etc. Se o seu gato vomita com frequência e com qualquer alimento deve levá-lo imediatamente ao veterinário para proceder ao diagnóstico e tratamento adequado. Vómitos e anorexia prolongados levam à degradação do estado físico do seu gato e podem agravar o problema.

Obrigada,
Nídia Silva

CÃO | REPRODUÇÃO | 11/11/2017

Patrícia Afonso

Existe alguma injecção que substitua a pílula para as cadelas?

Ler +Fechar

Imagem do Vet

Nídia Silva

Separador

Médica Veterinária

Olá, Patrícia

Existem no mercado medicamentos veterinários anticoncecionais injetáveis e orais. No entanto, aconselho a que se informe com o seu médico veterinário sobre os efeitos secundários da toma dos anticoncecionais (patologia mamária e uterina) e benefícios da esterilização (prevenção de tumores no ovário, útero e mamários), e, caso opte por recorrer à administração de um anticoncepcional, lhe prescreva o protocolo mais ajustado e com menos risco para a sua cadela.

Obrigada,
Nídia Silva

CÃO | OUTRO | 09/11/2017

Marta Martins

Boa noite. Podem aconselhar escolas de obediência canina em Lisboa que usem exclusivamente o reforço positivo? Obrigada

Ler +Fechar

Imagem do Vet

Nídia Silva

Separador

Médica Veterinária

Olá, Marta

Existem várias escolas na zona de Lisboa que utilizam esse método. Pedimos a sua compreensão, mas não nos é possível através desta plataforma indicar nomes de entidades. Sugerimos que faça uma pesquisa e selecione uma escola que lhe pareça adequada e seja conveniente para si, e solicite uma aula de experimentação para que possa verificar os métodos empregues.

Obrigada,
Nídia Silva

RÉPTIL | COMPORTAMENTO | 09/11/2017

Marco

ja tenho a minha iguana a algum tempo e ela ainda nao se abitoou a mim como é que eu posso fazer?

Ler +Fechar

Imagem do Vet

Nídia Silva

Separador

Médica Veterinária

Olá, Marco

Criar um relacionamento de confiança e afecto requer tempo, dedicação, paciência, sensibilidade e reforço positivo, por vezes tendo até de recorrer a recompensas. Uma boa forma de iniciar estes processo é ir ao encontro das necessidades de maneio e bem-estar da sua iguana, para que comece por o aceitar como seu cuidador e a partir daí poder desenvolver o relacionamento pretendido. Depois é importante que interaja com ela para que comece a sentir-se confortável com o seu toque. No entanto, as expectativas em relação ao vosso relacionamento devem estar de acordo com o que uma iguaria é capaz naturalmente de dar e com as características particulares do seu animal. Algumas iguanas são naturalmente tímidas e tipicamente não procuram a atenção humana por iniciativa própria. Contudo aceitam e tiram prazer do contacto connosco.

Obrigada,
Nídia Silva

CÃO | SAÚDE E BEM-ESTAR | 09/11/2017

Marta Martins

Boa noite. Aconselham o uso de capas impermeáveis e/ou casacos para o frio? Obrigada

Ler +Fechar

Imagem do Vet

Márcia Carmo

Separador

Auxiliar Veterinária

Olá, Marta

Existem animais mais friorentos que outros, dado isto, recomendamos sim a utilização de agasalhos. Existem agasalhos de aquecimento e impermeáveis adequados a todos os tamanhos. Aconselhamos que lhos sejam retirados com alguma regularidade, de forma a perceber se por baixo dessa capinha, poderá existir alguma alergia, ferida ou somente para a pele não ficar demasiado tempo abafada. Nem todos os animais se adaptam às roupas, seja pelo desconforto em andar ou até mesmo pelo barulho que estas fazem, por isto, os donos, deverão observar a reacção e perceber se não aumentará os níveis de stress do animal ou uma alteração comportamental. Assim sendo, recomendamos algo confortável, quente e que não ruidoso.

Obrigada,
Márcia Carmo

CONHEÇA A EQUIPA

Veterinária

Nídia Silva

Separador

Médica Veterinária

Nídia Silva


Licenciada em Medicina Veterinária pela Faculdade de Medicina Veterinária de Lisboa, em 2002.

Exerce, desde 2002, clínica e cirurgia de Animais de companhia e frequentou vários cursos de formação, nas áreas de Urgências e Cuidados Intensivos em Animais de Companhia, Dermatologia e Alergologia Veterinária e Ecografia em Pequenos Animais.

Desde 2004, é colaboradora técnica na indústria farmacêutica e realizou uma pós-graduação em Gestão de Marketing Farmacêutico.

Fundou em 2010 o Centro Veterinário MyVet, dedicado à clínica e cirurgia de animais de companhia, em Paço de Arcos, no qual é atualmente diretora clínica.

Márcia Carmo

Separador

Auxiliar Veterinária

Márcia Carmo


Frequentou o curso de Auxiliar de Veterinária, Estética canina e felina e Treino e Comportamento canino em 2002.

Possui vários anos de experiência em hospitais e clínicas veterinárias como responsável de auxiliares e do serviço de estética.

É uma das fundadoras do Centro Veterinário Myvet, onde atualmente exerce as funções de auxiliar de ação veterinária e responsável pelo serviço de estética animal.

Nuno Sousa

Separador

Médico Veterinário

Nuno Sousa


Licenciado em Medicina Veterinária pela Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade Técnica de Lisboa, em 2007.

Realizou o estágio curricular no Instituto Veterinário do Parque.

Tem como principais áreas de interesse a Cirurgia, a Ecografia e a Cardiologia em Animais de Companhia, tendo já frequentado diversos cursos de formação nessas áreas.

Usufruindo da experiência adquirida ao longo da sua prática clínica, foi um dos fundadores do Centro Veterinário Myvet, onde exerce clínica e cirurgia em exclusivo desde 2010.

Jumbo Online Jumbo Online

Passatempo
Inscrições
Pergunte ao Vet
O que está a dar
O que está a dar

Pet Dating

Informações úteis
Auchan Portugal Hipermercados, 2014 - Todos os direitos reservados
Youtube (desactivado)